FerreoDicas

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Mande Construir o Tablado

E-mail Imprimir PDF

Muitos que construíram uma maquete devem muitas vezes ter se preocupado com o material rodante, com o trilho utilizado, com o traçado, mas certamente, deixaram como item irrelevante um ponto inicial da maquete: o tablado. Ao construir a EFQS caí nessa armadilha, acabei ficando com uma maquete em que gastei dinheiro "bom" sobre "material ruim". Por via das dúvidas resolvi deixar um balcão por baixo da maquete caso um dia a coisa resolvesse despencar. Uma coisa caro (madeira é cara, seja ela mal ou bem utilizada) e que me desgastou para construir (se você não tiver as ferramentas adequadas, prepare-se para horas de frustração), dando um resultado não satisfatório. Em resumo, comecei com o pé esquerdo.

Ao planejar a primeira versão da EFQN tinha dois problemas. Primeiro, evitar que o problema se repetisse, o que era essencial, já que a maquete deveria ser facilmente transportável e guardada sobre um guarda-roupa (vantagens de escala N). O segundo era resolver um problema logístico: onde construir o tablado num apartamento. Finalmente, por último mas não menos importante, evitar o stress de construir o tablado, o que para mim já é um gasto, e começar a trabalhar no divertido, a maquete em si. Ah, também tem a sujeira que faz construir um tablado, então, sem condições em um apartamento.

Resolvi experimentar um conselho que li numa Model Railroader, o de mandar construir o tablado. Após um levantamento sobre onde fazer, escolhi uma pequena fábrica de móveis para executar o serviço. Planejei o desenho do tablado completo, com as bordas de madeira prontas e fiz o orçamento: tablado com acabamento em marfim mais os cavaletes por R$190,00 (em Junho de 2001). Execução em 48 horas do serviço e o resultado aparece abaixo.

Foto 1 - Tablado da EFQN, feito sob encomenda.

Muitos podem argumentar que ficou caro para um tablado 1,18x0,76m. Realmente, se for considerar só uma chapa de compensado é caro. Mas não para uma estrutura completa, com sarrafos, furos para passagem da fiação, laterais para esconder a linha passando, aberturas na parte inferior para manutenção e acabamento de móvel (inclusive os cavaletes). Sem contar que se você tiver que comprar as ferramentas para fazer isso e aprender, esqueça, o barato já virou pra lá de caro. Outro ponto interessante foi que aproveitei e já peguei nas sobras da fábrica a madeira necessária para fazer toda a infra-estrutura de linha, aproveitando para pedir os cortes inclusive, o que é um bônus bastante interessante. Resultado: em duas tardes de sábado, a linha estava completamente assentada e rodando trens.

Compartilhe este Artigo

Submit Mande Construir o Tablado in Delicious Submit Mande Construir o Tablado in Digg Submit Mande Construir o Tablado in FaceBook Submit Mande Construir o Tablado in Google Bookmarks Submit Mande Construir o Tablado in Stumbleupon Submit Mande Construir o Tablado in Technorati Submit Mande Construir o Tablado in Twitter
 

Tags: evento | notícia

Última atualização em Seg, 17 de Janeiro de 2011 00:18  

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar