FerreoDicas

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Evelhecendo os Trilhos

E-mail Imprimir PDF

Por mais que o trilho em escala seja bem feito, ele tem ainda um defeito: ele é fixado em plástico, quando em geral os dormentes de ferrovias são de madeira. Para piorar os trilhos em escala são reluzentes. Numa ferrovia real nota-se claramente que os trilhos são limpos e brilhantes apenas na parte superior, aonde as rodas das composições retiram a sujeira. O mesmo para os dormentes, que acumulam poeira e terra sobre eles, como na Foto 1.

Foto 1 - na Paranaguá-Curitiba, a terra marrom é predominante.

Uma solução simples é pintar com o uso de um aerógrafo ou lata de spray os trilhos. A pintura deve ser feita usando uma cor que seja semelhante a da terra na qual a linha passa, ou semelhante ao tipo de poeira que o vento deposita sobre os dormentes e lateral dos trilhos. As cores podem ser marrom, sépia ou mesmo um cinza se aplicado com parcimônia. A aplicação deve ser feita em inclinação de 45° em relação à linha em ambos os lados do trilho, como mostrado na figura abaixo. No caso de usar um aerógrafo, você pode diluir bastante a tinta para fazer um wash, assim você não se preocupa em aplicar a tinta em excesso.

Figura 1 - aplicação da tinta.

A aplicação deve ser feita em segmentos pequenos para se limpar a parte superior do trilho antes que a tinta seque. Nesse ponto, é importante usar uma tinta que demore um pouco mais para secar ou que o solvente dela seja fácil de manipular. Nesse aspecto, as tintas da Tamiya à base d'água são bastante recomendadas. Um pano embebido em álcool e enrolado no dedo é o suficiente para a tarefa. Deve-se tomar cuidado redobrado na aplicação da tinta em desvios para evitar que esta trave as partes móveis. No caso de desvios com contato elétrico, como Peco e Shinohara, deve-se mascarar as partes de contato dos trilhos no jacaré para evitar que se perca o contato e o desempenho dos mesmos seja prejudicado.

Foto 2 - limpeza da parte superior do trilho.

A foto abaixo mostra o comparativo de um trilho Frateschi normal e pintado com tinta acrílica marrom. Note-se a diferença entre o dormente preto normal e a versão envelhecida, além do trilho, que parece sujo,como seria de se esperar numa ferrovia. Apesar de óbvio vale lembrar, o melhor é pintar os trilhos com estes assentados, ANTES de se construir o cenário, já que não é possível controlar a incidência de  tinta na região próxima à linha.

Foto 3 - trilho envelhecido.

Compartilhe este Artigo

Submit Evelhecendo os Trilhos in Delicious Submit Evelhecendo os Trilhos in Digg Submit Evelhecendo os Trilhos in FaceBook Submit Evelhecendo os Trilhos in Google Bookmarks Submit Evelhecendo os Trilhos in Stumbleupon Submit Evelhecendo os Trilhos in Technorati Submit Evelhecendo os Trilhos in Twitter
 

Tags: all | escala ho | notícia | vagão de carga

Última atualização em Sex, 14 de Janeiro de 2011 15:29  

Comentários  

 
0 # RE: Evelhecendo os TrilhosPaulo de Tarso 22-03-2011 07:28
muito boa as sugestoes de PauloRadtke, gostaria de ver a instalação do leito de cortiça para certificar-me do processo. obrigado valeu.
Responder | Responder com citação | Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar